Irlanda

Mochilão na Europa – Parte IV

Chegamos a Dublin, na Irlanda, mas também chegamos ao 4º post sobre o nosso mochilão, mas espera, não seriam apenas três posts?

Isso mesmo, falamos no nosso primeiro post – veja aqui se você não acompanhou a primeira parte da viagem – que a história do nosso primeiro mochilão seria divida em três partes, como foram 45 dias de viagem, pretendíamos dividir em 3 posts, cada um falando sobre 15 dias, mas no decorrer da escrita, percebemos que se nos atentássemos a escrever sobre cada 15 dias, perderíamos muitas histórias e dicas, então optamos em alongar um pouco mais essa série de posts e em contrapartida, dar mais detalhes e nossas impressões sobre os lugares que passamos.

Aqui estamos falando eventualmente mais sobre alguns lugares do que outros, normal, afinal todo mundo se encanta e se identifica mais com alguns lugares do que com outros, também contamos com nossas memórias – e alguns e-mails da época e anotações –  para nos lembrarmos o cronograma das viagens, se esquecemos alguma cidade pelo caminho, em breve contamos por aqui, por hora, estamos em Dublin. Vem com a gente!

De Praga fomos de avião, pela low cost Wizz Air para Dublin, na Irlanda.

Irlanda 1

Estamos viajando há um mês e de todos os lugares que fomos, sem dúvidas, foi onde achamos o pessoal mais simpático, mais gente boa, solícito e dóceis.

Dublin foi o lugar do mundo em que vimos mais ruivos – é o segundo lugar do mundo que tem mais ruivos, com aproximadamente 10% de ruivos, perdendo só para a Escócia – e muitos brasileiros também, ouvíamos muito português, o que chama atenção quando se está em outros países.

Sobre o nosso hostel, era bem bacana, embaixo dos beliches tinha uma grade que fechávamos e guardávamos nossas mochilas – com cadeado fornecido pela recepção. Ficamos em Dublin três noites e aproveitamos nossa estadia para irmos em uma cidade próxima de ônibus – esquecemos o nome da cidade – que é tipo aquelas cenas de filme, com montanhas, penhascos e nevoeiros com praias embaixo, bem legal.

Irlanda 2

Nós tivemos um guia turístico um tanto inusitado nessa cidade, quando descemos do ônibus um cachorro de rua nos guiou e nos indicou os caminhos que percorremos.

Dani e Dany na Irlanda
Com nosso guia de quatro patas.

Inclusive tem várias cidades próximas a Dublin que dão para fazer bate-volta, achamos algumas para sugerir aqui: http://www.touristlink.com.br/Rep%C3%BAblica-da-Irlanda/dublin/cat/cidades-e-vilarejos.html

Depois de andar toda a cidade, já no final do dia, bastante cansados e com fome, sentamos no ponto de ônibus – enquanto aguardávamos o ônibus que nos levaria de volta a Dublin – olhamos e vimos um mercado meio escondido, a Dany disse que é o melhor mercado que ela já foi na vida rs, lá tinha vários tipos de comida pronta e era tudo delicioso. Compramos algumas coisas e lanchamos, fiquem atentos aos mercados pelo caminho, podem salvar sua vida depois de longos passeios em viagem.

Nevoeiro na cidade
Nevoeiro na cidade

Algo que vale a pena ficar atento é quanto as regras/ cultura de cada país, eventualmente o choque cultural é inevitável e eu senti na pele que as regras aqui na Europa existem e são seguidas a risca – apesar de termos morado em Portugal por um ano, não sentimos muitas diferenças, por lá não ser tão regrado como o resto da Europa. Aconteceu que nosso voo para Estocolmo era bem cedo e a cozinha do hostel só abria às 6:30, como havíamos deixado um pão com queijo na geladeira do hostel e era tipo 6:10 da manhã, o cara que estava limpando a cozinha chamou minha atenção para a placa, que sinalizava os horários, questionei que eu estava de saída e precisava tomar o café/ pegar minhas coisas e ele não queria deixar eu entrar, argumentei que estava indo embora e que precisava pegar as minhas coisas, mesmo assim ele continuava irredutível, até que entrei e peguei as coisas, mas ao invés de ir embora ainda tentei esquentar o pão rs, fui expulso da cozinha e quase arrumei briga. Tirando essa situação, que me ensinou a ficar sempre atento às regras dos lugares que vamos, todas as pessoas da cidade foram muito educadas e o pessoal da recepção do hostel nos deu várias dicas bacanas durante nossa estadia.

Da Irlanda seguimos para Estocolmo, capital da Suécia.

Estocolmo

De todos os lugares que passamos até agora, Estocolmo foi o lugar mais frio que estivemos. No período em que estávamos lá, nevou e a Dany viu neve pela primeira vez – eu já tinha visto anteriormente na Serra do Marão em Portugal – dá para ver a alegria dela pelas fotos.

Dany Estocolmo

A cidade é muito moderna e os suecos se mostraram muito preocupados com o meio ambiente – essa preocupação tem resultados cada dia mais positivos, o país está ficando inclusive sem lixo atualmente.

Também foi em Estocolmo o hostel mais maneiro que ficamos, o lugar era completamente eletrônico, recebemos todas as senhas por e-mail, então abríamos todas as portas com senha, vimos um funcionário de noite, fazendo a limpeza e de manhã uma camareira arrumando os quartos. Lá não havia recepção, apenas um telefone que em caso de dúvidas, era só ligar para o número indicado, basicamente todas as informações que precisávamos saber estavam em livros ou em quadros nas paredes.

Sobre locais para turistar, não faltam opções interessantes, nós fomos ao Museu do Vasa: http://www.vasamuseet.se/pt

O Vasa é o único navio de guerra do século XVII existente no mundo. Com 95% do casco original do barco preservado e ornamentado com centenas de esculturas talhadas, o Vasa é um tesouro artístico único e uma das maiores atracções turísticas do mundo.

Vasa
Imagem: Vasa Museu

E aqui tem várias sugestões do que fazer em Estocolmo: https://www.tripadvisor.pt/Attractions-g189852-Activities-Stockholm.html

Estocolmo 1

A cidade é cheia de ilhas e o sistema de transportes deles é bem completo, se você está planejando uma viagem para a Suécia, já adianto que a cidade é cara, mas muito bonita e rica em cultura – as estátuas/ esculturas espalhadas pela cidade são muito bonitas – vale a pena conhecer e viver essa experiência. Ficamos em Estocolmo por três dias e seguimos nossa viagem.

Estocolmo 3

Até aqui são 36 dias e ainda temos muito caminho pela frente, continuamos nossa viagem na próxima semana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s